DEFICITÔMETRO TECNOLÓGICO

 

A indústria brasileira vem reduzindo sua participação no Produto Interno Bruto (PIB), perdendo cada vez mais espaço para os produtos importados, especialmente da China. Para dar visibilidade ao problema e cobrar providências do governo, a Protec criou o deficitômetro tecnológico. Este contador eletrônico mostra, em tempo real, a progressão da dependência do Brasil nas áreas de alta e média-alta intensidade tecnológica e nos serviços tecnológicos.

O número calculado pelo deficitômetro tecnológico corresponde a um indicador chamado déficit tecnológico. Ele mede o saldo comercial dos grupos de produtos e serviços de maior intensidade tecnológica do País. Em 2010, essa conta ficou em US$ 85 bilhões negativos, uma cifra 33% maior que 2008 e quatro vezes maior que a de 2006.

O cálculo do deficitômetro tecnológico é feito por projeção pro-rata, a partir de dados sobre comércio exterior fornecidos pelo Ministério do Desenvolvimento e de serviços tecnológicos pelo Banco Central.

Acesse olink para ver o valor atualizado on-line !

FONTE: http://www.deficitometrotecnologico.org.br/Default.aspx

 

 

TUDO PARA PESQUISA, ACESSE AQUI O BUSCADOR ACADEMICO