10 PILARES DO CONHECIMENTO

 

Nosso conhecimento cresce enquanto conquistamos novos horizontes. Novos campos emergem a medida que concebemos idéias inovadoras, melhoramos

nossos métodos e inventamos novas tecnologias. Entretanto, não conseguimos capturar a imagem total e as relações lógicas entre as diversas partes do

conhecimento.

 

10 Pilares do Conhecimento é um mapa sistemático do conhecimento humano. Ele apresenta, em um piscar de olhos, a estrutura do conhecimento e as

relações coerentes entre os principais campos. O conhecimento humano se compõe de 10 pilares:

 

- Fundamentos

- Sobrenatural

- Matéria e Energia

- Espaço e Terra

- Organismos não humanos

- Corpo e Mente

- Sociedade

- Pensamento e Arte

- Tecnologia

- História

 

Fundamentos estuda o conhecimento humano. Sobrenatural se refere a misticismo e religião. Matéria e Energia explora as bases do mundo físico. Espaço e

Terra explora nosso planeta e o espaço sideral. Organismos não humanos explora o mundo da vida não humana ou da flora e a fauna; enquanto Corpo e

Mente está concentrado no corpo e na mente humanos. Sociedade trata de diversos aspectos da vida social humana. Pensamento e Arte estuda os produtos do

intelecto humano e as artes. Tecnologia explora os produtos da criatividade humana que se projetam para alcançar objetivos práticos. História abarca a história

humana.

 

Conhecimento – Sobrenatural – Universo – Humanidade. Os 10 pilares estão organizados em quatro grupos que exploram quatro fenômenos gerais:

Conhecimento (pilar 1), sobrenatural (pilar 2), universo (pilares 3-4-5), e humanidade (pilares 6-7-8-9-10).

 

Mundo vivo. Organismos não Humanos (pilar 5) e Corpo e Mente (pilar 6) pertencem, de perspectivas culturais e religiosas, a fenômenos diferentes.

Organismos não Humanos é parte de universo, enquanto que Corpo e Mente é parte de humanidade. No entanto, de uma perspectiva científica, Organismos

Não Humanos e Corpo e Mente estão inter-relacionados. Eles são partes do mesmo fenômeno geral, o Mundo Vivo.

 

Categorias vs. campos. Cada pilar está composto de categorias relevantes.

Cada categoria apresenta os campos relevantes. Por exemplo, Matéria e Energia se compõe de três categorias principais, Teoria, Princípios e Substâncias.

A categoria Teoria apresenta dois campos, Filosofia da Física e Filosofia do Espaço e do Tempo. Princípios apresenta a Física, e substância, a Química. A

distinção entre categorias do mapa e campos do conhecimento é essencial.

 

Biblioteca do Conhecimento Humano. Imagine que o Mapa reflete uma biblioteca. Os pilares são as estantes; as categorias são as prateleiras e os campos

são livros.

A Biblioteca do Conhecimento Humano tem uma expressiva coleção de centenas de livros (i.e. campos). Eles estão guardados em dez estantes (i.e. pilares),

que estão divididas em prateleiras relevantes (i.e. categorias).

O conhecimento humano está constantemente crescendo. Novos livros são escritos. Livros antigos são revisados. Esta é a natureza de nossa herança cultural.

Teoria – Corporeidade. O conhecimento humano segue uma estrutura de Teoria – Corporeidade. Ela é aplicada dentro do nível mapa, do nível pilar e do

nível campo. No nível mapa, o pilar 1 corresponde à parte de “teoria” do conhecimento humano e os pilares 2 a 10 são a parte de “corporeidade”. O Pilar 1

inclui o meta-conhecimento (i.e. conhecimento sobre conhecimento), ou mais exatamente, a “teoria” do conhecimento humano. Os Pilares 2-10 refletem

nosso conhecimento do sobrenatural, do universo e do fenômeno humano, que são o centro da investigação humana.

 

No nível pilar, a primeira categoria, Teoria, é a parte “teórica” do pilar. Ela apresenta campos que enfocam os aspectos teóricos do fenômeno explorado (por

exemplo, Filosofia do Conhecimento, Filosofia da Ciência). As outras categorias refletem nosso conhecimento do fenômeno explorado. Todos os pilares têm

em comum a estrutura Teoria – Corporeidade com uma exceção. Pilar 8, Pensamento e Arte se divide em três seções, Pensamento, Literatura e Artes não -

literárias; cada uma delas tem sua própria estrutura Teoria – Corporeidade. No nível campo, a seção de “teoria” é aplicada na teoria do campo (por exemplo,

 

Filosofia da Medicina é parte da seção “teoria” de Medicina). As outras seções refletem nosso conhecimento do fenômeno relevante. No exemplo de

Medicina, estes são Medicina Interna, Pediatria, Cirurgia, e similares. Observe que o mapa acima não se amplia no nível campo.

 

Mapas do conhecimento. Os mapas do conhecimento dão forma ao modo como nós percebemos o mundo e atuamos nele. Eles são pensados para ser

sistemáticos e exaustivos.

 

O mapa 10 Pilares do Conhecimento é sistemático e exaustivo. Ele tem clareza e reflete o modo como a maioria de nós concebe nosso conhecimento. Esta

simplicidade é o produto de um estudo em curso cuja intenção é mapear o conhecimento humano contemporâneo – um estudo que começou aproximadamente

há dez anos.

BAIXE O MAPA : http://www.success.co.il/knowledge/languages/portuguese/map-portuguese.pdf

 

Autor: Dr.Chaim Zins

Dr. Chaim Zins
 

Chaim Zins é um cientista da informação, especializada em mapeamento do conhecimento. Entre seus principais projetos de pesquisa:.
10 Pilares do Conhecimento, Conhecimento Mapa da Ciência da Informação, Conhecimento Mapa do Judaísmo (em hebraico),
ea metodologia de pesquisa Delphi Critical Dr. Zins publica artigos em revistas líderes, apresenta seu trabalho em
conferências acadêmicas, desenvolve projetos educativos e de informação, e ele é um revisor para os principais
jornais e fundações científicas. Chaim Zins é um  membro do corpo docente no Gordon College of Education, e professor visitante  
na Ciência Programa de Pós-Graduação da Informação, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Marília, Brasil. 

 

Tradução português – Maria José Vicentini Jorente

© 2008 Chaim Zins, Jerusalem

www.success.co.il – chaim.zins@gmail.com

TUDO PARA SUA PESQUISA, ACESSO O BUSCADOR ACADEMICO


VOCÊ ESTUDA EM ESCOLA ESTADUAL ?  TEMOS UM PRESENTE !

CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO :