PARTE 2

  

O Sistema de Aquino-G v2.0
Testando o dispositivo, por JL Naudin

criado em 15 de abril de 2000 - JLN Labs - Última atualização 18 de maio de 2000


 

O Projeto Sistema-G: FASE B

Esta nova concepção do sistema-L utiliza um Contrawound toroidal de antena helicoidal (CTHA) como uma fonte de ondas EM.

O Contrawound Toroidal helicoidal Antena (CTHA) é uma antena patenteado ( Patente dos EUA 5.654.723 # ), desenvolvido no Centro de West Virginia University para aplicações de pesquisa industrial ( CIRA ). Uma das características mais notáveis ​​da CTHA é a sua capacidade para produzir um padrão de radiação quase isotrópica. O CTHA é também uma antena independente plano de terra. Durante alguns testes comparativos de comunicação feito pela Emergent Technologies Corporation (ETC), onde todos os parâmetros externos entre uma antena monopolo militar padrão, um dipolo e um CTHA eram iguais, o CTHA superou a antena monopolo por um factor de 300%.

As principais razões pelas quais eu já escolhidos para usar esta antena são:

  • Um padrão de radiação quase isotrópica,
  • Os recursos do plano terreno independentes,
  • A altura e o comprimento da antena.

O CTHA consiste de dois enrolamentos helicoidais ao longo de uma forma de toro. A hélice resultante é quiral, os enrolamentos são enrolados ao longo do eixo da hélice, como mostrado nas fotos abaixo.

Descrição: http://jnaudin.free.fr/systemg/images/sysgv20g.jpg

Descrição: http://jnaudin.free.fr/systemg/images/sysgv20c.jpg

Na foto acima, a antena CTHA é colocado no escudo de ferro, ainda não fechado.

O sistema-L v2.0 foi uma tentativa de uma concepção que não se usa o pó de ferro como um meio , apenas o escudo de ferro será utilizado para absorver as radiações EM. Mas alguns testes sobre a frequência resonnance (170 MHz) da antena CTHA no ar (ver abaixo) foi definitivamente me convencido de que é necessário o uso de um meio (como o pó de ferro) para reduzir a velocidade da onda de fase .

A frequência de ressonância da antena CTHA presente no ar é de 170 MHz, 
este foi medido com um medidor de mergulho (ALTAI Y140)

Assim, decidi encher o toro com pó de ferro, de modo a reduzir o freqency ressonância da antena.

Descrição: http://jnaudin.free.fr/systemg/images/sg2cthat2.jpg

Descrição: http://jnaudin.free.fr/systemg/images/sg2cthat3.jpg

A antena CTHA está totalmente imerso no pó de ferro de modo que as ondas eletromagnéticas se propagam neste meio. 
Isso vai diminuir a velocidade da onda de fase e, assim, a frequência de ressonância vai cair.

Descrição: http://jnaudin.free.fr/systemg/images/sg2cthat4.jpg

Ferro peso escudo: 426 g 
de peso total do sistema-G: 9065 g

Agora, as medições com o medidor de imersão entre 1,5 MHz e 250 MHz, demonstraram que não existe qualquer "mergulho" nesta gama e confirma-se que a frequência de ressonância caiu dramaticamente a 20 KHz (ver abaixo).

Descrição: http://jnaudin.free.fr/systemg/images/sg2cthafe.gif

No pó de ferro utilizado como um meio da frequência de ressonância do CTHA é agora de 20 KHZ.

Isso é muito interessante, porque a freqüência de trabalho da antena CTHA está agora na faixa VLF ...

Agora, esta nova medida no Sistema-G v2.0 demonstra claramente a primeira reivindicação de Aquino:

- Uma antena VHF encapsulado por um meio com permeabilidade e condutividade é capaz de irradiar energia na faixa ELF / VLF, devido à sua redução da velocidade da onda de fase.

Descrição: http://jnaudin.free.fr/systemg/images/sysgv20e.jpg

Durante este teste tuning, eu usei um amplificador de áudio 200W alimentado por um gerador de funções Tektronix AFG310 definido no modo de onda senoidal.

Sistema-G v2.0: O CTHA medido datas

Frequência de Ressonância: 20 KHz

Entrada de energia Power Amp DC = 84,45 Watts. 
Antena impedância = 0,088 ohm 
atuais antena = 6.20 A 
potência irradiada VLF = 74,78 Watts 
perdas Joule = 3,41 Watts 
Antena eficiência = 95,6%

 

Em um teste de lado, vou usar um novo amplificador MOSFET de alta potência (Rockwood ZX117), que é capaz de dar até 2000 Watts (definido no modo de ponte) de potência entre 10 Hz e 30 KHz (+ / - 1 dB). Um gerador de função é usada para gerar uma onda senoidal (Tektronix AFG310).

Descrição: http://jnaudin.free.fr/systemg/images/sysgv20f.jpg

Descrição: http://jnaudin.free.fr/systemg/images/vcthatst.gif

Descrição: http://jnaudin.free.fr/systemg/images/vcthadat.gif

System-G v2.0: relatório de status do projeto em 18 de maio de 2000 :

Eu ainda não tentei medir a mudança de peso no Sistema-G, o fluxo de energia no CTHA é sempre muito fraca (cerca de 100 Watts) para esperar alguma modificação significativa de peso do aparelho. Eu preciso enviar pelo menos 2 KW de potência ELF (o melhor será cerca de 8 KW) na antena CTHA. Hoje, o pó de ferro que eu usei não corresponder às especificações exigidas (perm = 75, cond = 10 S / m) para a obtenção de uma boa redução da velocidade da onda de fase. Agora, eu estou convencido de que a melhor maneira é diminuir a freqüência de trabalho em 50 Hz (na Europa). Em 50 Hz, serei capaz de se conectar CTHA diretamente à rede elétrica (através de um transformador de isolamento, é claro).

FONTE: http://jnaudin.free.fr/systemg/index.htm

TUDO PARA PESQUISA, ACESSE AQUI O BUSCADOR ACADEMICO